top of page

Fatores Humanos Modelados por Plantas - Fitting the System to the Human... With Plants!


Ergonomia Cognitiva é uma área de neurociência aplicada focada em otimizar o bem estar e a performance de sistemas que envolvem pessoas, isto é, fatores humanos. No trabalho a seguir, temos o uso de plantas como modulador ambiental de respostas psicofisiológicas. Esse uso é baseado no conceito de Carga Mental que postula uma zona ideal entre stress e relaxamento, onde temos o melhor desempenho do sistema nervoso. Os estudos de Margaret Burchett, especialista em plantas da UTS (University of Technology Sydney) e Kamal Meattle, palestrante do TED e fundador do GreenSpace, indicam que a presença de plantas consegue estabilizar a Carga Mental na zona de desempenho máximo veja a seguir.

Os dados trazidos pelos experimentos com plantas são bastante impressionantes. Para conferir mais a metodologia e outras especificidades dos trabalho clique aqui para Margaret Burchett e clique aqui para Kamal Meattle.

Ergonomia Cognitiva é uma das areas com mais interesse dos graduando em neurociência. Extremamente abrangente, ela trabalha processos mentais como percepção, memória, raciocínio e resposta motora. Esses processos são influenciados por interações humanos ou de outros elementos do sistema. O que faz com que os conceitos mais relevantes da área sejam Carga Mental, Tomada de Decisão, Performance, Interação Homem-Maquina, Confiabilidade Humana, Stress e Treinos. Isso pois o trabalho da Ergonomia Cognitiva é design de sistemas humanos.


33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Doença de Alzheimer

Por João Caetano "Somos nossa memória, somos esse quimérico museu de formas inconstantes, esse montão de espelhos rompidos.” Jorge Luis Borges, escritor buenairense considerado um dos autores mais inf

bottom of page